Artigo

A publicidade e a TI

Mercado publicitário e o setor de TI passam por mudanças

comente:


Paulo Braga Prado, Diretor e designer da By3 comunicação+design


O Painel Ti e a Publicidade segue uma premissa que o Rio Info estabeleceu nos últimos anos, a de criar painéis temáticos que possibilitassem a discussão e a aproximação entre diferentes mercados e o mercado de TI, demonstrando sua transversalidade e influência.

Fui convidado para auxiliar na escolha dos participantes, definição dos temas e da estrutura do painel. No início, estranhei um pouco a palavra “publicidade”. Creditei ao costume das pessoas de reunir tudo dentro desse leque: design, propaganda, divulgação, comunicação, marketing…Cabe tudo no guarda-­chuva publicidade. Afinal, é conhecida a frase “tudo se resolve numa agência de publicidade”!

As buscas pelos palestrantes foram feitas com uma chamada pública nas redes sociais, convidando interessados em compartilhar conteúdos sobre o tema. Recebi inúmeras respostas e reuni os mais interessados e que demonstraram ter mais conteúdo para dividir. Um grupo muito bom! Versátil e atuante no mercado. Pessoas de formação e atividades plurais.

Reunidos, começamos a discutir qual seria a linha de conteúdo a apresentar. Só para confirmar a minha impressão inicial de que “publicidade” seria um grande guarda­-chuva para os temas de comunicação, as temáticas apresentadas e escolhidas para o painel foram, em sua maioria, focadas em marketing, comportamento, navegabilidade e usabilidade (design) e tecnologia.

O Painel foi estruturado para ser vertiginoso. Serão oito palestras em uma manhã, num amplo leque de assuntos ligados ao tema TI e Publicidade. Um panorama da publicidade, desde o seu início até os dias de hoje. A mídia programática e sua utilização de tecnologia. A plataformas de marketing mobile e as novas formas de vender, para um novo tipo de consumidor. Um passeio pelo Mundo Digital, para conhecer um pouco do comportamento desse novo comprador.

Também vamos abordar o tema marketing no meio digital e como o profissional de TI ocupa um espaço pouco ocupado dentro desse mercado. A parceria estratégica entre Design, Marketing, Publicidade e TI. Vamos trazer, em primeira mão para muita gente, uma visão e um detalhamento do que Growth Hacking e como profissionais de Marketing, Design e TI se encontram nessa nova e muito instigante função, cujo único norte é o crescimento! No final da manhã, esperamos ter deixados todos com a cabeça cheia de dúvidas e vontade de saber mais.

ilustraçao-principal

Isso porque, na parte da tarde, teremos duas oficinas, para aprofundar um pouco tudo que foi falado na parte da manhã. A primeira será sobre marketing digital, com o objetivo principal de levar os conceitos do marketing não somente para as empresas, mas para a carreira profissional.

Serão duas horas e meia de muitas dicas e ações práticas sobre como fazer isso. Depois, encerrando a programação do painel, teremos uma oficina sobre Growth Hacking: serão duas horas e meia explicando os principais conceitos dessa nova tendência apresentando cinquenta growth hacks focados em e-­commerce e em distribuição de conteúdo, parar serem aplicados por usuários de todos os níveis. Diversas práticas serão explicadas e demonstradas.

Todos os participantes dessa oficina receberão, como brinde, licenças gratuitas ou descontos para aquisição de licença de algumas das principais ferramentas de Growth Hacking. Além disso, será oferecido um desconto em curso online de técnicas de Growth Hacking focadas em e-commerce. E ainda será sorteada uma licença gratuita para a ferramenta SEMRush GURU, de três meses, e um curso completo online de Growth Hacking para e­-commerce.

ilustraçao-principal

Números do mercado

– Investimentos publicitários no Brasil tiveram variação de 0,8% no primeiro semestre, na comparação com o mesmo período do ano passado.

– Os investimentos publicitários em mídia alcançaram R$ 60 bilhões no primeiro semestre de 2015.

– A previsão é que a publicidade digital cresça 14% em relação a 2014 e chegue a casa dos R$ 9 bilhões.

– O investimento em digital representa 20% do bolo publicitário no Brasil. Em países desenvolvidos, esse percentual chega a mais de 40%.

– Números divididos em pilares
mobile (R$ 822 milhões);
vídeo (R$ 924 milhões);
display + social media (R$ 3,2 bilhões)
search + classificados (R$ 4,5 bilhões)

Clique aqui e veja detalhes sobre a Programação, nomes e dados dos palestrantes, e detalhes das palestras e oficinas.

E saiba aqui mais detalhes sobre o que é Growth Hacking.

Sobre Paulo Braga Prado – Designer com mais de 20 anos de atuação no mercado. Diretor e designer da By3 comunicação+design, Diretor gráfico da Editora Miranda, Consultor de Comunicação da Riosoft.Mantém uma coluna sobre design, tecnologia, estratégia e gestão, no portal DesignBR