Intervalo

comente:

Por um Brasil sustentável

Intervalo

Com o intuito de se posicionar sobre temas relavantes para o desenvolvimento do país, o Clube de Engenharia publicou, recentemente, o “Documento aos candidatos à Presidência da República”. O texto discute o Brasil sobre o prisma da engenharia brasileira e alguns de seus principais temas e desafios. A proposta é sugerir aos presidenciáveis o debate sobre pautas fundamentais para a sustentabilidade econômica e social, como infraestrutura e educação. “O Brasil reclama por ações que garantam a construção de uma nação soberana e autônoma no que concerne à secular dependência ao sistema financeiro internacional e aos oligopólios mundiais, tecnológicos e industriais, que o representam. É essencial erigir políticas que assegurem o início de um ciclo de desenvolvimento sustentável nacional”, defende a entidade, criada em 1880 e sediada no Rio de Janeiro. Leia a íntegra do documento aqui.


 TI menor?

Numa certa página do site do governo Comprasnet, descobre-se que a Finep, cuja missão é apoiar o desenvolvimento da tecnologia nacional, adjudicou o pregão de seu ERP (do inglês Enterprise Resource Planning ou Gestão Integrada de Informação, em livre tradução) ao software multinacional Oracle/Peoplesoft.

O valor de R$24.780.690 é quase o dobro da proposta mais próxima da empresa nacional Benner, de R$13.750.000. O objetivo declarado do projeto inclui o desenvolvimento de software.

Como pode uma empresa com mais de 800 desenvolvedores em duas fábricas – uma das líderes nacionais nesse segmento – não atender à Finep, de gestão simples do ponto de vista da informática? E como pode o termo de referência para o projeto somente ter consultado empresas multinacionais para a elaboração dos itens obrigatórios do edital e estabelecido o preço de partida do pregão (R$ 33 milhões)?

Apoiar o desenvolvimento nacional é, principalmente, criar demanda para as empresas brasileiras. É disso que trata esse pregão?

Enfim, se correu conforme manda a legislação e, dada a lisura com que a Finep trata de suas demandas, tem-se que refletir melhor sobre os instrumentos legais que norteiam os Termos de Referência das licitações públicas. Por exemplo, é válido impor uma lista de funcionalidades obrigatórias já instaladas, em um Edital que prevê o desenvolvimento de software?

***

Movidos a sonhos

“Manhã tão bonita manhã
De um dia feliz que chegou
O sol no céu surgiu
E em cada cor brilhou
Voltou o sonho, então, ao coração”

Tais versos de Antônio Maria na melodia genial de Luis Bonfá – mais um exemplo da criatividade singular dos habitantes de nosso país – retratam a esperança, seja do que for: de um amor que um dia voltará, de um país, um dia soberano em sua tecnologia como insumo de sua riqueza e felicidade.

Isso é o que move os legítimos empreendedores, líderes e políticos: o sonho.

Aproveitemos então as belas vozes de Elizeth Cardoso e Carmen Cuesta, ambas exemplos da excelência na realização do sonho de cantar: